Atendimento
09hs as 12
14hs as 17

FUNDADA EM 22/02/1986
Busca

GONÇALVES DIAS EXALTADO NA PRAÇA

Gonçalves Dias é homenageado pela Academia Maranhense de Letras (Divulgação)

SÃO LUÍS -Em torno da estátua do poeta Gonçalves Dias, posicionada na praça que leva o nome do autor de “Canção do Exílio”, no Centro de São Luís, imortais da Academia Maranhense de Letras (AML) se reunirão para render-lhe homenagens. A ação integra a programação de aniversário do poeta maranhense, que nasceu em 10 de agosto e é patrono da Casa de Antônio Lobo, cuja fundação é celebrada nesta data, 110 anos de existência. A solenidade, aberta ao público, terá início às 17h, com a presença da Banda do Bom Menino.

Na ocasião, os imortais da AML evocarão passagens da vida e obra do escritor e também declamarão poesias. Este era um costume antigo da Academia Maranhense de Letras, implementado na gestão do presidente Luiz Rego e que foi interrompido e retomado ano passado pelo atual presidente da Casa, Benedito Buzar. “Ano passado, tivemos uma ótima aceitação do público, com a participação de alunos e professores, além dos acadêmicos que foram à praça para reverenciar o poeta, relembrar sua importância. Este ano, convidamos escolas localizadas nas proximidades da praça e nossa expectativa é que o evento repita o sucesso do anterior”, destaca Benedito Buzar.

Para o presidente da AML, este tipo de ação incentiva jovens e moradores da cidade a reconhecerem os vultos da cultura do Maranhão. “Ressaltar o vulto literário, rememorar e relembrar a figura exponencial da cultura que está esquecida exatamente no local que leva o nome do poeta é importantíssimo e as pessoas poderão saber sobre a vida e obra de Gonçalves Dias, fundamental não só para a cultura do Maranhão, como do Brasil”, pontua Benedito Buzar.

O imortal Manoel Aureliano Neto falará em nome da AML, enquanto a acadêmica Ana Luíza Ferro declamará poesias do poeta caxiense. Além disto, a palavra estará franqueada a quem desejar se manifestar e também fazer suas homenagens. “O aniversário de Gonçalves Dias marca também a fundação da Academia Maranhense de Letras. O dia 10 de agosto é muito relevante para a cultura do nosso estado”, frisa Benedito Buzar.

A Academia Maranhense de Letras foi fundada em 10 de agosto de 1908 por Antônio Lobo, Alfredo de Assis Castro, Astolfo Marques, Barbosa de Godois, Corrêa de Araújo, Clodoaldo Freitas, Domingos Barbosa, Fran Paxeco, Godofredo Viana, Xavier Carvalho, Ribeiro do Amaral e Armando Vieira da Silva.
É considerada de utilidade pública por meio do decreto 92 de 19 de novembro de 1918, do governador Urbano Santos da Costa Araújo. Está localizada desde 1949 na Rua da Paz, 84, Centro, em um imóvel construído para sediar a Escola de Primeiras Letras da Freguesia de Nossa Senhora da Vitória. Já abrigou a Biblioteca Pública do Estado.

O grande poeta brasileiro Antonio Gonçalves Dias nasceu em Caxias (MA) em 10 de agosto de 1823. Foi poeta, professor, crítico de história, etnólogo e faleceu em naufrágio, no Maixio dos Atins (MA), em 3 de novembro de 1864. É o patrono da cadeira 15 da Academia Brasileira de Letras, por escolha do fundador Olavo Bilac. Pela obra lírica e indianista, Gonçalves Dias é um dos mais típicos representantes do Romantismo brasileiro e forma, com José de Alencar na prosa, a dupla que conferiu caráter nacional à literatura brasileira.

Serviço

O quê

Aniversário de Gonçalves Dias e da fundação da Academia Maranhense de Letras

Quando

Hoje, às 17h

Onde

Praça Gonçalves Dias, Centro

Fonte: http://www.academiamaranhense.org.br/goncalves-dias-exaltado-na-praca/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *